Guaraná e seus benefícios

Arquivos
Categorias

original-homet_guaran-_e_seus_benef-cios.jpg20170928-11702-m516e6Originário da Amazônia, vastamente conhecido por compor refrigerantes, refrescos e energéticos, o guaraná é um fruto que faz parte do dia-a-dia dos brasileiros, desde os índios Saterê-Mauê até as populações das grandes metrópoles do país. Mas o que, realmente, sabemos sobre ele? Sobre a sua origem e seus benefícios a nossa saúde?

De uma semente preta cresce o fruto que, amadurecido, assemelha-se muito a um olho. Das 195 espécies de guaraná distribuídas ao longo da América tropical e subtropical, sabe-se que, pelo menos, 9 são nativas brasileiras. E é o Brasil um dos poucos países a produzi-lo em escala comercial, com grandes plantações na Bahia, Amazonas e Mato Grosso. Esta produção é concentrada em sementes de guaraná torradas, com estimativa anual de 4,3 toneladas, sendo que 70% desse total destinam-se a indústria de refrigerantes e 30% são direcionados ao mercado interno e externo.

Consequência da grande quantidade de cafeína presente no fruto, o guaraná é um dos mais conhecidos e famosos estimulantes naturais. Dependendo da sua procedência e condições de cultivo, o guaraná em pó, por exemplo, pode apresentar quatro vezes mais cafeína do que o pó de café! Só por curiosidade, estima-se que essa substância corresponda de 3% a 6% do peso do fruto.

O interesse cada vez maior das fábricas de bebidas pela cafeína proveniente do guaraná deve-se a atuação dessa substância no sistema nervoso central. Comprovou-se que o consumo do guaraná e de produtos derivados aumenta o estado de alerta e a resistência ao cansaço, favorece a associação de ideias e as atividades intelectuais, além de promover a sensação de bem-estar. Destaca-se, então, que com doses não exageradas de guaraná,os indivíduos apresentam melhora na capacidade cognitiva, no desempenho físico e na memória secundária. Outros estudos mostram ainda redução de agregação plaquetária, o que é excelente para pessoas predispostas a desenvolver Trombose.

Por ser rico em antocianina, o guaraná também é um poderoso antioxidante. Ou seja, ele elimina radicais livres, substâncias essas que promovem o envelhecimento e a morte das células. Graças a essa característica importantíssima, o guaraná ganha, cada vez mais, espaço na indústria, não só de alimentos e bebidas, mas farmacêutica e cosmética.

Mas os estudos não param por aí! Pesquisas recentes, realizadas em camundongos, mostram resultados promissores no que diz respeito ao uso do guaraná para a prevenção do desenvolvimento de câncer de fígado e da proliferação de câncer de pulmão.

Quem diria que uma frutinha tão pequena pudesse resultar em tantas coisas boas, não?

 

2 Comentários - Visualizar Comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.